clique{cultural}
Publicidade
Literatura

A desconstrução do universo masculino por Sylvia Loeb

Publicado em 27 de junho de 2017 por

Homens, novo romance de Sylvia Loeb, nos mostra a desconstrução do universo masculino através da exposição de sentimentos como a angústia e a solidão.

Sylvia Loeb
Publicidade

Homens, novo título da escritora Sylvia Loeb, chama a nossa atenção pelo tema abordado e pela forma de falar. “Livro para deixar qualquer leitor nu. Explico: a cada uma das mininarrativas, foi esta a sensação que eu tive durante a leitura. A de que a autora, misteriosamente, e com que requinte, veio e tirou, sem medo, a roupa de todos nós.” relata Marcelino Freire, amigo de Loeb.

O livro conta histórias e crônicas dos mais variados tipos de homens e suas desordens. Com nomes que vão desde A a Z, a escritora mergulha na parte mais profunda do universo masculino e expõe diversos sentimentos presentes em cada um dos personagens, como angústia, desejo, fetiche, neurose, perversão e solidão. É certo que os sentimentos nem sempre são claros, mas extremamente comuns no campo da psicanálise.

Através das palavras de Marcelino Freire, responsável pelo prefácio da obra, é possível saber que poderemos esperar uma leitura que nos lembre o livro Falo de mulher, de Ivana Arruda Leite ou ainda Mulheres, de Eduardo Galeano. “Lê-se rapidinho. De Adão a Zenon é um salto. Às vezes mortal, às vezes apenas um salto. De carinho. É um livro afetivo, creio. Um testamento para todos os sexos. Lembra-me, de alguma forma, escritoras como Ivana Arruda Leite, que escreveu Falo de Mulher. Ou até as Mulheres geradas por Eduardo Galeano. Sylvia, nesta sua mais que bem-vinda criação, filia-se a esses dois autores, digamos, no que há de melhor neles: pensamento, provocação, evocação.” comenta, Freire.

A edição, que ficou por conta da editora e-galáxia, é garantido pela autora como uma literatura completamente ficcional e que tem como objetivo levar a psicanálise para fora da Academia. “As questões vitais que movem os seres humanos no mundo sempre me interessam. Mas todos os meus personagens são fictícios, inspirados pela vida, de forma alguma, histórias reais”, ressalta Sylvia.

Sylvia Loeb

O lançamento aconteceu no dia 14 de junho e você pode adquirir a versão digital aqui.

Publicidade

Comentários (0)